Crisântemo

  • 0
E na ceia migalhas, no júri, mil gralhas.
Não jure, quem jura mente, pra sempre, fé falha!
Vida, morte, números, de neguinho.
Aqui é cada um com a sua coroa de espinhos.

Qual a sua droga? Tv, erva?
Qual a sua droga? Solidão, cerva?
Onde você se esconde? Onde se eleva ,hein?
O que é seu, em terra de ninguém?

A vida é só um detalhe!
É tudo, é nada, é um jogo que mata,
É uma cilada.
A vida é só um detalhe!

Nenhum comentário: